Dogalmar - Dogues Alemães

Estalão da Raça

 

ORIGEM
Alemanha


UTILIZAÇÃO

Cão de Guarda e Protecção / Cão de companhia.


CLASSIFICAÇÃO FCI

Grupo 2 - Cães tipo Pinscher Schnauzer - Molossoides - Cães tipo montanha, Boieiros Suiços e outras raças.


SECÇÃO 2.1

Molossoides do tipo Dogue. Sem prova de trabalho

 

BREVE RESUMO HISTÓRICO
Consideram-se como antepassados do actual Dogue Alemão o antigo "Bullenbeisser" assim como os "Hatz und Saurüden (cães de caça ao javali) que se situavam entre os poderosos mastim inglês e um lebreiro ágil e rápido. O termo "Dogue" foi-lhes aplicado por serem cães grandes e fortes que não pertenciam necessariamente a uma raça em particular. Mais tarde, foram utilizados nomes especiais tais como "Dogue de Ulmer ", "Dogue Inglês", "Grande Dinamarquês", "Hatzrüde" (cão de caça), "Saupacker" e "Grande  Cão", classificando este  tipo de cães de acordo com a côr e tamanho.

No ano de 1878 foi criada em Berlim uma comissão composta por sete membros, que eram criadores activos e juízes sob a presidência do Dr. Bodinus, que tomou a decisão de reunir todas as variedades mencionadas no conceito "Deutsche Doggen" (Dogue Alemão). Desta forma se gerou uma base para criar uma raça alemã independente. No ano de 1880, durante uma exposição decorrida em Berlim, foi estabelecido o primeiro estalão para o Dogue Alemão. Este estalão é controlado pelo "Deutsche Doggen Club 1888 e.V" e frequentemente alterado ao longo dos anos. A versão actual define o modelo da FCI.